tag line

Dicas


Informativo sobre a Dengue

foto Considerando que as bromélias têm sido alvo de ataques pela sua associação com a dengue, a SBBr (Sociedade Brasileira de Bromélias) vem, através deste informativo, esclarecer algumas dúvidas sobre este assunto. - A bromélia e o mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue) não se conheciam na natureza antes de apresentados pelo homem. - É fato comprovado que o Aedes aegypti tem preferência por recipientes artificiais com água limpa. - A água com sedimentos orgânicos ou com matéria em suspensão é desprezada pelo mosquito. - Na natureza, o complexo sistema ecológico estabelecido no tanque das bromélias, onde uma cadeia de vida se desenvolve, não permite a proliferação do mosquito. - As bromélias chamadas tanque, quando acumulam água em sua roseta, podem abrigar ovos e larvas de insetos (mosquitos), caso esta água esteja limpa e estagnada. Visto que o ciclo larval do Aedes aegypti é de aproximadamente uma semana, recomendamos que a água do tanque seja renovada semanalmente, através do jato de água lançado por uma mangueira. Assim procedendo, larvas eventualmente existentes no tanque serão deslocadas para a terra, onde morrerão. - Caso você possua muitas bromélias e a renovação da água for de difícil execução, pode-se pulverizá-las com calda de fumo, um inseticida natural eficiente e que não prejudica as bromélias. A fórmula é a seguinte: Ferva por meia hora 20 g de fumo de corda picado em 1(um) litro de água. Coe e acrescente água até completar 1,5 l (um litro e meio) de calda. Aplicar uma vez por semana. A SBBr (Sociedade Brasileira de Bromélias) e a COMLURB celebraram, em fevereiro último, um convênio com o objetivo de avaliar diversos larvicidas para o controle do Aedes aegypti. Os resultados desses estudos são esperados para breve. Introduzida nos jardins ou como planta decorativa de interior, um mínimo de atenção prevenirá a proliferação do mosquito através das bromélias. Esperando que este informativo tenha cumprido seu objetivo, colocamo-nos à disposição para quaisquer outros esclarecimentos que se fizerem necessários. FONTE: SOCIEDADE BRASILEIRA DE BROMÉLIAS - SBBr
 

Adubo Natural

foto Cascas de ovo, laranja, banana, (cascas de frutas em geral), são ótimos nutrientes para as plantas, bem como a "borra" do café, folhas de plantas e árvores e serragem de madeira. Porém se esse material for colocado diretamente na terra (vasos e/ou jardim), acaba prejudicando a planta, pois esses materiais durante sua decomposição "roubam" da terra seus nutrientes. Fonte: http://www.paisagismoejardinagem.com.br/dicas.htm#adubo
 

Pragas

foto A MELHOR FORMA DE EVITAR QUE SUAS PLANTAS ADQUIRAM AS INDESEJÁVEIS PRAGAS É PREVENIR. EXISTEM VÁRIOS TIPOS DE PRAGAS QUE ATACAM AS PLANTAS E, IREMOS A SEGUIR DAR ALGUMAS DICAS PARA VOCÊ EVITAR, TRATAR E INDENTIFICAR ALGUMAS. ALGUMAS PRAGAS: COCHONILHA: esta praga se apresenta em pequenos pontos brancos, pretos ou até mesmo marrons alojadas nas folhas e galhos, e elas atacam as plantas sugando a seiva. Aconselha-se a retirada manual com algodão ou "perfex" embebido em álcool. LESMAS/CARACÓIS/LAGARTAS: estas três pragas atacam a planta se alimentando das folhas, nos três casos aconselhamos a retirada manual. Use luvas, pois algumas lagartas podem queimar as mãos! FORMIGAS: costumam se alimentar das folhas. O ideal neste caso é identificar o formigueiro, ficando assim mais fácil e eficaz o combate destruindo o formigueiro. Outra maneira é fazer um preparado com pimenta macerada e álcool e embeber este preparado em um pano tipo "perfex" e amarrá-lo no tronco da planta sem apertar demais. PULGÕES: esta praga aloja-se nos troncos das plantas e deixam eles melados, muitas vezes aparecem também na folhagem. São pontos pretos, marrons e brancos, de tamanho pequeno e sugam a seiva da planta. Retire-os com pano e/ou algodão embebidos em álcool um a um. Algumas vezes é necessário repetir o procedimento durante algumas semanas dependendo de como a praga estiver proliferada. Borrifar as folhas e os galhos com calda de fumo + álcool, melhora a eficiência do combate. SEMPRE VERIFIQUE AS FOLHAS, DE AMBOS OS LADOS, PARA MANTER O CONTROLE SOBRE AS PRAGAS. TAMBÉM É IMPORTANTE VERIFICAR O GALHOS E NOTAR SE ELES ESTÃO MELADOS OU SE APARECE OS INDESEJÁVEIS PONTINHOS PRETOS, MARRONS OU BRANCOS (TIPO ALGODÃO). A QUALIDADE DA TERRA COMPRADA TAMBÉM É MUITO IMPORTANTE, POIS MUITAS VEZES ELA JÁ ESTÁ CONTAMINADA. POR ISSO COMPRE SEMPRE TERRA DE BOA QUALIDADE, A ECONOMIA PODE CUSTAR CARO! Fonte: http://www.paisagismoejardinagem.com.br/dicas.htm#praga